segunda-feira, 4 de março de 2013

Os 100 anos do Behaviorismo


Você sabia que o behaviorismo está completando 100 anos em 2013?

Em março de 1913, a revista Psychological Review publicou o artigo "Psychology as the behaviorist views it", de autoria de John B. Watson. O artigo veio a ficar conhecido como o "Manifesto Behaviorista", em que Watson estabeleceu as bases para a abordagem, rejeitando vários dos pressupostos que a psicologia utilizava em sua ciência.

O behaviorismo veio a ser uma das maiores influências na Psicologia do século XX, provocando uma série de questionamentos e dando os fundamentos para várias das correntes que vieram a seguir, inclusive a chamada Psicologia Cognitiva - que veio de uma cisão no movimento, originando-se dos chamados behavioristas mediacionais como Edward Tolman e Clark Hull. Hoje, a corrente behaviorista dominante é o behaviorismo radical de Burrhus F. Skinner, que conserva algumas das críticas que Watson fez ainda no início da sua interpretação da ciência psicológica, mas traz diversos aspectos conceituais e aplicados bem diferentes dos do seu criador - embora ainda seja muito confundido com o antigo behaviorismo watsoniano.

Ficou curioso para ler o manifesto? Uma tradução se encontra disponível aqui.

Na imagem, alguns dos pensadores que ajudaram a construir o Behaviorismo no Brasil e no mundo. Você consegue identificar todos? ;)



(Texto originalmente publicado na página do Comporte-se no Facebook e disponível aqui)

Nenhum comentário:

Postar um comentário